Thursday, November 16, 2006

Sociedades comerciais

Bem ninguem falou especificamente das sociedades anonimas ou por quotas por isso eu aproveito para marcar mais uma vez a diferença com um tipo de sociedade que a meu ver é uma clara evolução em termos de responsabilidade dos gestores.
Sociedade em comandita simples
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Para o direito empresarial brasileiro e português, a sociedade em comandita simples é a caracterizada pela existência de dois tipos de sócios: os sócios comanditários e os comanditados.

Os sócios comanditários tem responsabilidade limitada em relação às obrigações contraídas pela sociedade, respondendo apenas pela integralização das cotas subscritas. Contribuem apenas com o capital subscrito, não contribuindo de nenhuma outra forma para o funcionamento da empresa, ficando alheio, inclusive, da administração da mesma.

Já os sócios comanditados contribuem com capital, trabalho e são responsáveis pela administração da empresa. Sua responsabilidade perante terceiros é ilimitada, devendo saldar as obrigações contraídas pela sociedade. A firma ou razão social da sociedade somente pode conter nomes de sócios comanditados, sendo que a presença do nome de sócio comanditário faz presumir que o mesmo é comanditado, passando a responder de forma ilimitada.

Sociedade em comandita por acções

Origem: Wikipedia, a enciclopédia livre

A sociedade em comandita por acções (no Brasil, ações), em direito, em Portugal e no Brasil, é uma natureza jurídica de constituição de empresas por sociedades, tendo o capital dividido em acções, regendo-se pelas normas relativas às companhias ou sociedades anónimas.


ambos os dois tipos tanto por acções como simples implica que os investidores não tenham qualquer autoridade ou influencia sobre a administração (pelo menos directa) retirando assim umas das forças de pressão que todos estudamos em gestão de empresas turisticas 1 ou seja a dos investidores a exigir a rendibilidade da empresa nem os socios fazendo esquemas para poderem defraudar os fornecedores e estado utilizando o gestor para pagar as favas tal como aprende-mos em aula (de direito perceba-se)

sem esta pressão a sociedade tem condições de evoluir sem ter de cortar salarios aos trabalhadores sem ter de cometer graves crimes ambientais para poupar custos pois não tem a pressão de todos os anos ter uma boa redistribuição dos rendimentos aos socios podendo garantir o futuro da empresa e cumprir para com as suas obrigações socias

a responsabilidade e o sucesso deste tipo de empresas depende inteiramente das capacidades do gestor ou dos gestores e normalmente é um tipo de sociedade muito pouco utilizado pois os investidores tem alguma aversão em relação á falta de controlo

no entanto temos algum dos melhores exemplos de sucesso empresarial e de gestão responsavel a todos os niveis atraves do uso deste tipo de sociedades

a empresa mais famosa a nivel mundial que utiliza este tipo de organização é a michelin a produtora de pneus para automoveis

ricardo alves egt3386

No comments: